Construindo uma cultura Airbnb para sua empresa: a importância dos "causos" e mitos

Segundo Terry Deal e Arthur Kennedy, dois pesquisadores da consultoria estratégica McKinsey, em seu livro Corporate Cultures: The Rites and Rituals of Corporate Life, culturas corporativas são formadas por quatro pilares:

  1. Valores e crenças
  2. Mitos e "causos"
  3. Heróis
  4. Rituais

Explico. Os valores e crenças são os aspectos mais visíveis da sua cultura, que geralmente estão escritos nas paredes, e que mais do que isso, são comportamentos esperados dos seus "cidadãos-exemplo," que devem ser reforçados e avaliados em processos como o recrutamento e a seleção, e a avaliação de performance.

Mitos e "Causos" 

Os mitos e "causos" são as histórias que a empresa conta, interna e externamente, que exemplificam como esses valores e crenças se traduziram em um comportamento específico em algum momento da existência da empresa.

Os mitos e "causos" são as histórias que a empresa conta, interna e externamente, que exemplificam como esses valores e crenças se traduziram em um comportamento específico em algum momento da existência da empresa. O Airbnb, por exemplo, tem um de seus valores baseado na frugalidade e "resourcefulness" do seu espírito empreendedor. Para exemplificar esse valor, contam sempre um "causo" de quando os cofundadores da empresa venderam cereais matinais com a cara dos candidatos à presidência dos EUA, Barack Obama e John McCain, durante a conferência South by Southwest, no Texas, para ajudar a pagar as contas de sua startup. Quer forma melhor de reforçar sua cultura?

Heróis e Rituais 

Heróis e rituais são as pessoas e comportamentos que são reforçados através das comemorações da empresa. Já ouviu falar de empresas que tocam um sino barulhento quando fecham uma venda? Esse é ritual de certas culturas centradas em vendas, por exemplo.

Portanto, busque e coloque no papel os  "causos" que exemplificam os diversos aspectos da sua cultura. Deixe-os disponíveis na sua intranet, e quem sabe no seu manual de onboarding de novos contratados?

Portanto, busque e coloque no papel os  "causos" que exemplificam os diversos aspectos da sua cultura. Deixe-os disponíveis na sua intranet, e quem sabe no seu manual de onboarding de novos contratados? Além disso, saia a caça de novos "causos", que continuamente reforcem sua cultura.

Se você quer saber mais sobre cultura, baixe um ebook clicando aqui, ou siga nosso blog.