Quem é Ray Dalio, e por que você precisa conhecê-lo?

Ray Dalio é um investidor americano fundador da Bridgewater Associates, uma das maiores gestoras de fundos de investimento do mundo, que hoje tem mais de 160 bilhões de dólares sob gestão.

Ray Dalio, fundador da Bridgewater Associates, e autor de Principles.

Ray Dalio, fundador da Bridgewater Associates, e autor de Principles.

Dalio nasceu no Queens, em Nova York. É filho de um músico de Jazz e de uma dona de casa. Começou sua carreira aos 12 anos de idade, comprando ações da companhia aérea Northeast e triplicando seu investimento em poucos meses, devido à uma operação de fusão da empresa com uma concorrente (Dalio admite que logo depois perdeu todo o lucro desta operação em outros investimentos mal-sucedidos).

A fundação da Bridgewater Associates veio em 1975, após Dalio se formar MBA pela Harvard Business School e trabalhar em alguns empregos pouco relevantes em Wall Street.

Cultura organizacional baseada na transparência radical

Ray Dalio é conhecido pela cultura organizacional extremamente peculiar de sua firma, a Bridgewater. Lá, pratica-se o que Dalio descreve como transparência radical, uma forma de encarar o trabalho de maneira extremamente aberta em discussões e em relação ao desempenho de cada um lá dentro. Dalio acredita que a transparência radical é um componente fundamental de uma meritocracia das ideias, onde as melhores ideias vencem independentemente de quem as defende nas discussões internas.

A transparência radical pode assustar. Segundo o próprio Dalio, uma das práticas da empresa é gravar, em vídeo, todas as reuniões internas da empresa. Os vídeos são então catalogados e "taggeados" com base em quem participa da reunião, mas mais importante, também com base em quem foi mencionado na reunião. Então os vídeos ficam disponíveis para consulta em um sistema interno da empresa. Ray Dalio também prega que qualquer email que mencione uma pessoa não copiada na thread seja imediatamente encaminhado para a pessoa mencionada, independentemente do seu conteúdo. Assim, há um incentivo enorme para que não hajam fofocas ou politicagem dentro da empresa.

Feedbacks e avaliações de desempenho instantâneas

Outra prática da empresa é um aplicativo de feedback instantâneo muito usado nas reuniões internas, onde um colaborador pode avaliar outro colaborador em tempo real com base em diversas competências e comportamentos definidos pela empresa. As avaliações são então usadas para ponderar as visões e opiniões dos participantes durante a reunião, e ficam disponíveis em cartões "super-trunfo" de cada colaborador, com suas forças e fraquezas. Veja no vídeo abaixo uma explicação de Dalio sobre como esse aplicativo de feedbacks instantâneos ajuda a firma a tomar decisões mais racionais e lógicas:

Aliás, essa abertura generalizada em relação à gestão do desempenho é ponto muito importante para a empresa. Dalio prega em um documento interno recentemente transformado em livro publicado nos EUA, chamado de Principles (princípios, em português), os fundamentos da cultura organizacional da empresa. Dalio fala da transparência radical, de como tomar decisões objetivas e racionais, da importância de metas claras e ambiciosas,

Dalio entende que uma empresa é uma máquina, ou sistema, que possui duas grandes partes: gente e cultura. Grandes organizações são fortes nas duas partes: possuem gente de grande caráter e integridade, de um lado, e grandes capacidades, de outro, e uma cultura de transparência e objetividade em relação a problemas e conflitos, que produz os melhores resultados no longo prazo.

Dificuldades da cultura organizacional de transparência radical

Dalio sabe que não é fácil ser transparente. Segundo estatísticas da empresa, parte considerável dos novos contratados sai em até 18 meses, tempo que a empresa entende que uma pessoa média leva para se adaptar ao novo jeito de trabalhar. Mas Dalio entende que este turnover é sadio: ficam apenas aqueles que se identificam profundamente com essa forma de trabalhar - e viver -, que, nas palavras dele, "nunca mais querem trabalhar de outra forma".